Ela só queria que gostassem dela do jeito que ela é, de cara lavada, cabelo bagunçado e pé descalço. Ela tinha medo de dar certo, porque o forte dela foi sempre dar errado.

"Ultimamente não tenho tidos muito motivos para levantar da cama podemos dizer assim, sei lá, sabe quando tu quer acordar porque tu vai fazer algo ou vai ver álguem? Então isso nunca mais aconteceu comigo, se eu pudesse dormia o dia inteiro, se não to dormindo, fico no computador ou fazendo algo chato, as pessoas acham que eu sou louca por gostar de ir a aula, mas pelo menos eu tinha alguma coisa pra fazer e pessoa pra conversar, sim ás vezes a gente não quer ir a aula e quer ficar fazendo definitivamente nada em casa, mas sei lá, minha férias tem sido um saco por enquanto, as únicas coisas que aconteceram foram ruins, mas como um dia minha amiga me disse depois da chuva vem o arco-íris, então estou só esperando ele aparecer, digamos assim…."
Fernanda Rabenschlag

7 notes

…
"Como uma luz que se apaga.
Como um pássaro que se liberta,
Como um gelo que derrete,
Como uma onda que quebra,
Como um sorriso que desaparece,
Como um amor que se vai,
v
o
c
ê
s
e
f
o
i ."
Fernanda Rabenschlag

3 notes

Amanha falo que te amo..
"Mas que merda é o cara certo, o cara certo existe? E se todos caras forem certos? Ou errados? Não sei, como todas as coisas a gente só sabe se é bom testando… então como eu vou saber se é o cara certo sem nunca ter tido nada com ele? Eu acho que a gente tem que passar por vários caras errados até ter a sensação que achou o certo, ou se você tiver sorte, talvez o primeiro cara seja o certo. Pra falar a verdade eu já achei vários caras certos, mas pelo visto eu não era a guria certa digamos assim. O cara certo me soa muito como a metade da laranja, mas e se ele for uma laranja e eu uma maça? Sempre sinto isso, que nunca vou dar certo com ninguém, sou uma colher no meio de vários garfos e facas, é."
Fernanda Rabenschlag

1 note

é.
"Botei o meu melhor vestido florido e fui para o parque te encontrar e lá estava você, como sempre, adorável. Tu me viu e fomos um em direção do outro, demos um selinho de olá, compramos pipoca, mas gastamos metade jogando para os patinhos do lago, falamos besteiras e rimos delas, andamos de balanço que nem duas crianças, uma velhinha chegara e dissera que éramos o casal mais lindo que ela já tinha visto e que um amor que nem o nosso era raro, então sorrimos e nos beijamos, então você olhou bem nos meus olhos e ia falar, aquilo que todas garotas querem ouvir, mas então eu acordei, maldito despertador."
Fernanda Rabenschlag

2 notes

"Sempre dizem que a gente só da valor quando perde, mas e se a gente nunca teve, como faz?"
Fernanda Rabenschlag

2 notes